20/9/18
 
 
Absurso até para a época

Absurso até para a época

António Rodrigues 27/08/2018 13:43

Aqui se fala dos adeptos de um clube que chateados com o proprietário protestaram atirando pacotes de batatas para o relvado

Os adeptos do Charlton atrasaram o começo do jogo da sua equipa deste sábado na League One por causa de um protesto sui generis: o relvado ficou cheio de pacotes de batatas fritas que tiveram de ser apanhados antes do começo do encontro com o Fleetwood Town. A raiva dos fãs da equipa do sudeste de Londres estava dirigida a Roland Duchatelet, o milionário belga que detém o clube desde janeiro de 2014, e à sua imposição de um controlo de despesas tão restrito que um funcionário teve de pedir autorização para comer um pacote de batatas fritas à secretária - as horas da equipa de limpeza foram reduzidas ao mínimo e Duchatelet não quer ninguém a sujar o seu posto de trabalho com comida.

Outras medidas de contenção de despesas incluem reuniões às escuras para poupar eletricidade, corte no pequeno-almoço para os jogadores jovens (que venham comidos de casa) e dar o dito por não dito sobre prémios de produtividade. A relação entre os adeptos dos addicks e o dono do clube passa pelo seu pior momento, Duchatelet chegou com muitas promessas que rapidamente se mostraram infundadas, com o clube a descer de divisão para a League One e sem grandes esperanças de voltar ao Championship nos próximos tempos.

Este não é o primeiro protesto nem será o último - já há outros agendados. O ano passado um grupo de adeptos chegou a viajar até à Bélgica para protestar em frente à casa de Duchatelet em Sint-Truiden. Um porta-voz da Campanha Contra Roland Duchatelet garantiu à Sky Sports News que o proprietário está “a destruir o clube sistematicamente semana a semana” e eles não descansarão enquanto ele não se for embora do Charlton.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×