22/9/18
 
 
Tejo. Portugal pede a Espanha para fazer descarga à superfície

Tejo. Portugal pede a Espanha para fazer descarga à superfície

Diana Tinoco Jornal i 24/08/2018 19:15

A notificação foi feita esta sexta-feira de manhã, afirma o ministro do Ambiente

Depois da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) ter divulgado que as águas do rio Tejo, na albufeira de Fratel, Portalegre, tinham registado valores de oxigénio abaixo do limite mínimo, o ministro do Ambiente afirmou esta sexta-feira que “não há nenhum problema de poluição no rio Tejo”.

No entanto, João Pedro Matos Fernandes disse ainda que Portugal já notificou Espanha para que seja feita uma descarga de superfície de modo a melhorar a qualidade da água.

A falta de oxigénio pode pôr em risco a sobrevivência da fauna piscícola. “Não temos neste momento nenhum problema de poluição aguda no Tejo” reforçou o ministro acrescentando que Perais , uma zona muito próxima da barragem de Cedillo – Espanha – é um “ponto pior”.

"Temos falado com os nossos vizinhos espanhóis com o objectivo de não haver só [descargas de] turbinagem. Pedimos que a barragem de Cedillo faça uma descarga à superfície onde a água terá melhor qualidade", afirmou Matos Ferndandes.

O ministro garantiu que a notificação do governo espanhol foi feita esta sexta-feira de manhã e que a situação “está a ser acompanhada muito de perto”. “Os níveis de caudal estão a ser cumpridos. O problema não é de quantidade de água, é de qualidade de água. Pedimos que seja provocada uma descarga de superfície para conseguir um arejamento maior”, acrescentou.

A razão para os baixos níveis de oxigénio prende-se com o facto da descarga feita pela barragem utiliza água de fundo, que normalmente tem menos oxigénio.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×