22/9/18
 
 
Marine Le Pen e o ‘entra e sai’ na lista de convidados da Web Summit

Marine Le Pen e o ‘entra e sai’ na lista de convidados da Web Summit

AFP Photo Jornal i 13/08/2018 19:01

A incógnita em volta da visita de Le Pen e a polémica nas redes sociais

Quando foi divulgada a lista de participantes na Web Summit, na Altice Arena, em novembro deste ano, Marine Le Pen era uma das oradoras convidadas. Este convite gerou polémica, o que levou a que a organização retirasse o nome da política francesa. No entanto, Le Pen voltou a fazer parte do painel... Sem que existisse uma explicação por parte dos organizadores.

A polémica da visita da figura da extrema-direita francesa a Portugal foi até comentada por políticos portugueses, como João Galamba (PS), Rui Tavares (Livre) e Fabian Figueiredo (BE), que demonstraram a sua indignação nas redes sociais.

O antigo porta-voz do PS, João Galamba, escreveu no Twitter: “Não se juntam, não, que a gente não aceita. Normalização de fascistas já ultrapassa em muito o aceitável.”

Já o líder do partido Livre, Rui Tavares deixou várias publicações relativas à vinda de Le Pen: “Hoje a cidade não pode ficar quieta perante a tentativa de lá dar palco a uma das maiores representantes da xenofobia e do fechamento” e “Confirmo que é meu desejo que os fascistas não sejam normalizados, sim”.

— rui tavares (@ruitavares) August 11, 2018

— rui tavares (@ruitavares) August 11, 2018

Relativamente ao membro da comissão política do BE, Fabian Figueiredo, este remete à história portuguesa e refere que “há pouco mais de 40 anos, vencemos um regime fascista que torturou e matou”.

 

Para além dos políticos, a associação SOS Racismo diz “não poder admitir que o erário público contribua para a vinda de uma figura do nazi-fascismo europeu”.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×