20/9/18
 
 
Voo MH17 da Malasya Airlines foi atingido por mísseis militares russos

Voo MH17 da Malasya Airlines foi atingido por mísseis militares russos

AFP Jornal i 24/05/2018 11:59

Equipa de investigação que está a tratar do caso do voo MH17 da Malasya Airlines, que remonta ao ano de 2014, afirma que o míssil utilizado para derrubar o avião foi transportado por uma brigada militar da Rússia.

A Equipa de Investigação Conjunta "chegou à conclusão de que o BUK-TELAR que derrubou o voo MH17 veio da 53.ª Brigada de Mísseis Antiaéreos com base em Kursk, Rússia", declarou o investigador holandês, Wilbert Paulissen, adiantando ainda que "a 53.ª Brigada integra as Forças Armadas da Rússia", disse numa conferência realizada na Holanda,

Recorde-se que, o avião do voo MH17 fazia a rota entre Amesterdão e Kuala Lumpur, e a bordo seguiam 298 pessoas, incluindo 173 holandeses, quando foi derrubado a 17 de julho de 2014 por um míssil.

Além do Boeing 777 (voo MH17) abatido a 17 de julho por um míssil na zona de conflito do leste da Ucrânia, a mesma empresa de aviões perdeu ainda o avião que operava o voo MH370.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×