21/9/18
 
 
Não sabe para onde ir de férias? Sete razões para visitar Olhão, segundo a Forbes

Não sabe para onde ir de férias? Sete razões para visitar Olhão, segundo a Forbes

Jornal i 11/05/2018 13:15

As boas razões para visitar Olhão não se ficam apenas pelas praias

A região do Algarve é muito conhecida pelas suas praias e é o destino de férias de muitos portugueses e estrangeiros.

Mas as boas razões para visitar esta região não se ficam por aqui. A revista Forbes elaborou uma lista com sete razões para gostar e visitar Olhão, no Algarve. Veja quais são.

Casa Fuzetta: Como a maior parte das casas em Olhão, esta casa mantém a herança mouro-portuguesa viva. Segundo a revista, Tara Donovan encontrou esta casa quando estava de férias, gostou tanto que acabou por a comprar. Depois de muitos anos a restaurá-la, a residência aloja agora mais de 20 pessoas. Para além disso, a proprietária trabalha em parceria com chefs e professores de yoga que contribuem para o caráter da casa. Aloja famílias e grupos, mas especialmente conhecida pelos seus retiros.

Paredes de arte: O ano passado, um grupo de artistas de rua transformaram as parede do Largo da Fábrica Velha num mural magnífico a preto e branco. Os desenhos retratam a história da pesca e as tradições de Olhão. Para a construção do mural os artistas inspiraram-se em fotografias antigas.

Bom marisco: O Algarve é conhecido pela sua abundância de peixe fresco e marisco. Para fazer as melhores escolhas pode sempre optar pela Eating Algarve Food Tours, uma empresa gerida por dois nativos do Algarve que após terem vivido no estrangeiro decidiram começar a mostrar a gastronomia portuguesa. O tours combinam passeios a pé com petiscos e cultura.

A Re-Criativa: Fica num prédio do século XIX na rua principal de Olhão, num dos antigos centros comunitários que iria cair em desuso se um grupo de pessoas não tivesse gostado tanto da zona a transformasse num espaço cultural. As paredes têm um aspeto rústico e dá lugar a exposições de artistas locais, concertos e tem ainda um bar característico da cidade.

Casa Modesta: É uma habitação rural que nos anos 40 pertenceu a uma família e que parte dessa família ainda é proprietária da casa. Atualmente é utilizada como um hotel, tem nove quartos e pátios privados com vista para o Parque Natural da Ria Formosa.

Estúdios de Artistas: Muitos artistas transformaram as suas casas em estúdios, galerias e casas de hóspedes. Pode marcar visitar à casa de Antonia Williams, que tem contos portugueses, do pintor Meinke Flesseman e de Alexandra Gonin.

Restaurantes: Apesar de existirem muitos sítios tradicionais para comer, pode sempre optar por um sítio mais sofisticado. Pode visitar o bar de vinhos 7imeio, que tem sushi, pratos típicos e coquetéis, pode optar pelo Gosto Disto um local que serve tapas tradicionais ao ar livre e ainda pela Polvaria que serve polvo de Santa Luzia.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×