19/4/18
 
 
Paula Lobo Antunes e Jorge Corrula. Um casal a dobrar

Paula Lobo Antunes e Jorge Corrula. Um casal a dobrar

17/04/2018 17:38

O amor e a representação andam, muitas vezes, a  par e passo. Se há muitos atores que se apaixonam durante as gravações, há outros que chegam já juntos aos bastidores. Paula Lobo Antunes e Jorge Corrula estão juntos há mais de dez anos e na nova novela da SIC, Vidas Opostas, interpretam um casal. 

É uma realidade comum: o ritmo alucinante de gravações, a empatia gerada por uma relação fictícia, muitas horas passadas em bastidores abrem, muitas vezes, o caminho do romance. Há quem se apaixone na vida real pela cara metade do ecrã, há quem se apaixone e se desapaixone assim que o projeto termina, há ainda casos em que o amor acaba ainda antes das gravações e outros que, já com uma história de amor no passado, voltaram a fazer par romântico juntos. Veja-se o caso de Cameron Diaz e Justin Timberlake, que namoraram entre até 2007 e, três anos depois – já com o ator casado com Jessica Biel – protagonizaram o filme Bad Teacher e até gravaram uma cena de amor; ou Michael C. Hall e Jennifer Carpenter – o protagonista de Dexter e a sua irmã na tela –, que se apaixonaram, casaram, separaram e ainda tiveram que gravar mais dois anos. Adiantamo-nos.

Esta semana, a SIC estreou Vidas Opostas, a nova novela em horário nobre – que vem substituir Espelho d’Água – e dois dos atores que fazem par romântico vêm ‘adiantados’: já são casados. 

Falamos de Paula Lobo Antunes, de 42 anos, e Jorge Corrula, 39, dois nomes bem conhecidos da praça que agora, e pela segunda vez, são marido e mulher na televisão. Já tinham interpretado um casal anteriormente numa novela da TVI, Remédio Santo, que foi para o ar em 2011. Nesse projeto, Paula encarnou Sara e Jorge foi Celso. Os dois formavam um casal incomum: ela era uma mulher humilde que acumulava empregos, ele um médico mentiroso que fingia não poder trabalhar, mas acabam por casar. 

As vantagens da agenda única

Em Vidas Opostas, a novela criada por Alexandre Vaz, Paula é Aurora Teles, uma «líder nata»,  dona de uma agência de comunicação e produção de eventos – a MUUV e, nas ‘horas vagas’, testa de ferro de uma rede de tráfico de anabolizantes. 

Nem tudo é rosas no pequeno ecrã, já que Jorge Corrula – aqui, Lucas Teles, está preso há cerca de três anos depois de ter desviado verbas na imobiliária em que trabalhava. Para se preparar para o papel, a produção levou inclusivamente o ator à cadeia da Carregueira, em Sintra.

Na ficção, Aurora e Lucas têm um filho. Na vida real, Paula e Jorge Corrula  – juntos há mais de dez anos – têm uma filha, Beatriz, de cinco anos. 

Em entrevista ao b,i. publicada há cerca de um ano, a atriz contava que, em casa, falavam «pouco dos trabalhos» que tinham em mãos «a não ser para pedir alguma opinião»; mas que no passado tinham o costume de preparar «personagens um com o outro».

Uma realidade que certamente irá mudar nos próximos meses, pese embora o facto de, nos primeiros tempos, não dividirem o plateau de forma sistemática, uma vez que a personagem de Jorge Corrula está na prisão. «Vou espreitar as rotinas, perceber melhor como é a vida de uma cadeia, o dia-a-dia. Porque em cada local há rotinas, profissões, e eu quero absorver isso bem... Estar preso durante três anos não deve ser fácil para absolutamente ninguém. Não tenho noção», disse o ator à TV Guia.

Nenhum dos dois tem problemas em separar a vida real da ficção, contaram à revista Caras. «Claro que sim, senão seríamos esquizofrénicos! Até porque também estou a interpretar uma personagem que nada tem a ver comigo. E ele também, porque quando começa a história está na prisão. Trabalharmos juntos é bom, porque decoramos os textos em casa. Isso é uma grande vantagem», assumiu Paula Lobo Antunes, recordando que já tinham passado por uma situação semelhante em Remédio Santo. «Já me tinha casado com ele na ficção, por isso vai ser bom», brincou.

Também Jorge Corrula – que estreou esta semana a peça Suite 647 no Auditório dos Oceanos – sublinhou que não têm o costume de falar de trabalho em casa. «É raro, trocamos opiniões pontualmente. Falamos pouco, mas vamos muitas vezes ver o trabalho dos nossos colegas», disse, afirmando que contracenar com a mulher tem vantagens. «É fantástico, assim só temos uma agenda profissional lá em casa», disse à mesma publicação. Já à TV Guia, o ator sublinhou outra vantagem: «Agora é mais confortável, pois estamos no mesmo canal e no mesmo produto, porque a Paula é muito competitiva quando trabalhamos em canais separados e assim ficamos os dois a ganhar».

Além destas duas novelas como marido e mulher, Paula Lobo Antunes e Jorge Corrula já fizeram parte do mesmo elenco por diversas vezes. O casal conheceu-se, aliás,  durante as gravações de Flor do Mal, em 2007.

Mas há muitos casais de atores cuja história oscila entre os bastidores e a vida real. Nas próximas páginas, lembramos alguns casos. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×