19/4/18
 
 
Crédito ao consumo bate recorde e supera os mil milhões em 2018

Crédito ao consumo bate recorde e supera os mil milhões em 2018

Magalhães Afonso 17/04/2018 09:10

Só nos primeiros dois meses do ano foram concedidos 1136 milhões de euros em crédito ao consumo

Em 2018, tem sido mantida a tendência de crescimento na concessão de crédito ao consumo. Só nos primeiros dois meses, as instituições financeiras emprestaram mais de mil milhões de euros. Trata-se do valor mais elevado desde pelo menos 2012, ano em que começaram a ser divulgados os dados. 

Segundo o Banco de Portugal, em janeiro e fevereiro deste ano, os bancos e as financeiras disponibilizaram um total de 1.136 milhões de euros em crédito ao consumo, o que representa um aumento de 18,3% face ao período homólogo de 2017.

No mês de fevereiro, foram emprestados 573 milhões de euros. A maior parte desse dinheiro - quase 45% - foi canalizado para o crédito pessoal sem finalidade específica e para o lar, num total de 255,6 milhões de euros, ou seja, mais 7,6% do que no mês anterior e mais 15% do que em fevereiro de 2017.

O crédito automóvel continua a ser um dos principais impulsionadores do crédito ao consumo e aparece em segundo lugar, representando 39,2% do dinheiro emprestado. Na locação financeira ou ALD para veículos novos, foram concedidos 26,7 milhões de euros, mais 1,7% do que no mês anterior e mais 21% do que em fevereiro do ano passado. Já para veículos usados, foram emprestados 6,47 milhões de euros, menos 15,3% do que em janeiro e menos 2,1% do que em fevereiro de 2017.

Na opção com reserva de propriedade, foram concedidos 46 milhões de euros para automóveis novos, o que representa um ligeira subida (0,09%) face a janeiro. Os veículos usados conseguiram 145,6 milhões de euros, menos 2,2% do que no mês anterior.

Outras finalidades Os cartões de crédito, linhas de crédito, contas correntes bancárias e facilidade de descoberto representaram mais de 15% do total do dinheiro emprestado em fevereiro. Para este segmento foram concedidos 87,7 milhões de euros, menos 4,7% do que os quase 92 milhões de euros emprestados em janeiro. 

Quanto ao crédito para educação, saúde, energias renováveis e locação financeira de equipamentos, foram concedidos cerca de cinco milhões de euros, o que representa um ligeira queda de 0,81% em comparação com o montante emprestado para esse setor no mês anterior.

Número de contratos 

Em fevereiro deste ano, foram feitos 124 mil novos contratos de crédito ao consumo, o que representa um aumento de 7,2% face ao mesmo mês do ano passado e uma ligeira subida de 0,6 face a janeiro de 2018. 

Destaca-se o crédito pessoal sem finalidade específica com 379 mil novos contratos, o que se traduz numa subida de 5% em comparação com fevereiro de 2017 e um aumento de 14,5% face a janeiro. Em segundo lugar, surge o crédito automóvel na modalidade com reserva de propriedade de veículos novos com 116 mil novos contratos, o que significa uma queda de 3,1% face a fevereiro do ano passado e um aumento de 18,9% em relação a janeiro de 2018.
 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×