14/8/18
 
 
Reino Unido. Theresa May anuncia expulsão de 23 diplomatas russos

Reino Unido. Theresa May anuncia expulsão de 23 diplomatas russos

Jornal i 14/03/2018 13:20

O prazo para um esclarecimento por parte do Kremlin acerca do envenenamento do antigo espião russo, Sergei Kripla, foi ultrapassado, e Theresa May anunciou hoje as sanções a aplicar

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou esta quarta-feira, no Parlamento, a expulsão de 23 diplomatas russos. Esta é a resposta contra a falta de explicações de Moscovo, depois de Londres acusar a Rússia do envenenamento do ex-espião russo e da sua filha, na cidade de Salisbury, no Reino Unido.

Além da expulsão dos diplomatas, todos os contactos de alto nível foram também cancelados, incluindo a presença de ministros ou de membros da família real no Mundial de futebol deste ano, que tem lugar na Rússia.

May afirmou que, de Moscovo, apenas recebeu “desprezo e sarcasmo”, após ter pedido esclarecimentos sobre como foi possível a entrada de gás de nervos no Reino Unido, para envenenar Skripal.

Recorde-se que, na segunda-feira, Theresa May afirmou que a reponsabilidade da Rússia, na tentativa de homícidio do antigo espião, era "altamente provável". Aos olhos da governante, agora já não há qualquer dúvida.

"Este não é apenas um acto contra Sergei e Iulia Skripal e contra o Reino Unido mas também uma afronta à proibição da utilização de armas químicas", disse a líder esta semana.

As medidas de May contra a Rússia, anunciadas esta manhã e decididas em Conselho de Segurança Nacional, foram as seguintes: expulsão de 23 diplomatas russos; congelamento de ativos estatais russos sempre que existirem “provas de que possam ter sido utilizados para ameaçar a vida ou propriedade de cidadãos ou residentes do Reino Unido”; criação de uma legislação para proteger o Reino Unido de atividade estatal hostil; Londres vai considerar nova legislação anti - espionagem; novas emendas “do tipo Magnitsky” à legislação sobre sanções; aumento na verificação de cidadãos russos que entrem no Reino Unido.

May pediu ainda uma reunião de urgência do Conselho de Segurança das Nações Unidas, para informar os respetivos membros sobre a investigação ao caso.

 


 

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×