20/9/17
 
 
Estes 5 alimentos vão ajudá-lo a reduzir o stress

Estes 5 alimentos vão ajudá-lo a reduzir o stress

Jornal i 13/09/2017 20:29

Ninguém tem tempo para saltear brócolos ou cozinhar uma bela posta de peixe no meio de tanto alvoroço e tão pouco tempo para resolver tudo.

No entanto, é importante saber que existem certos alimentos que fazem com que andemos menos tensos e stressados. O site norte-americano Health.com fez uma lista desses mesmos alimentos. Aqui estão alguns:

Verduras: “As verduras, como os espinafres, possuem folatos, que produzem dopamina, um químico cerebral que nos faz sentir prazer e ajuda a mantermo-nos calmos”, explica Heather Mangieri, porta-voz da Academy of Nutrition and Dietetics. Um estudo realizado em 2012 descobriu que aqueles que ingeriam mais alimentos ricos em folatos tinham um menor risco de desenvolver uma depressão. Uma outra investigação publicada em 2013 mostra que os estudantes universitários tendem a sentir-se mais felizes, enérgicos e calmos se comerem frutas e vegetais;

Peito de peru: Este alimento possui triptófano, um aminoácido que ajuda a produzir seratonina, “um químico que regula a fome e os sentimentos de felicidade e bem-estar”, afirma Mangieri. Existem vários estudos comprovam esta informação. O triptófano pode também ser encontrado nas amêndoas, sementes, tofu, lentilhas, feijões e ovos;

Iogurte: Os níveis de stress são comunicados pelo cérebro para o intestino e vice-versa (daí muitas vezes termos dores intestinais quando estamos mais nervosos). Por isso, o consumo de probióticos (através de iogurtes) é essencial, já que estes microrganismos ajudam a regular esta ‘relação’, revela um estudo da UCLA realizado em 2013;

Salmão: Quando estamos stressados, há uma grande ‘explosão’ de adrenalina e cortisol. “O ómega-3 existente no salmão tem propriedades anti-inflamatórias que ajudam a contrariar os efeitos negativos provocados por estas hormonas ligadas ao stress”, explica Lisa Cimperman, dos hospitais universitários Case Medical Center e porta-voz da Academy of Nutrition and Dietetics;

Chocolate Negro: “Existe um estudo que mostra que o chocolate negro ajuda a reduzir a actividade das hormonas ligadas ao stress, incluindo o cortisol”, explica Cynthia Sass, editora do site Health.com. “Para além disso, os antioxidantes do cacau fazem com que as paredes dos vasos sanguíneos relaxem, diminuindo a pressão arterial e melhorando a circulação. Por fim, o chocolate negro contém substâncias naturais que criam uma sensação de euforia semelhante à que é provocada pela paixão”, afirma.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×