19/9/18
 
 
Sete milhões de pessoas morrem por ano devido ao tabaco

Sete milhões de pessoas morrem por ano devido ao tabaco

Shutterstock Jornal i 30/05/2017 13:17

A Organização Mundial da Saúde apela para se tomar medidas contra os números.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou, esta terça-feira, um relatório onde estão dados relativos ao impacto do tabaco na saúde, economia e ambiente. A organização apelou que a promoção do tabaco fosse proibida e que se aumentassem as taxas e preços do produto, alertando ainda que por ano o tabaco mata mais de sete milhões de pessoas.

No relatório, a OMS afirma que o tabaco é uma ameaça para todos e que agrava a pobreza, levando as famílias a fazerem más escolhas alimentares e a poluir o ar.

De acordo com os dados, o número de mortos aumentou de quatro milhões, no início do século XXI, para mais de sete milhões. O tabagismo afeta maioritariamente as pessoas mais pobres, que segundo a OMS, 80% das mortes, em 2030, irão registar-se em países com baixos e médios rendimentos.

O tabaco representa um fardo económico, sendo que a cada ano os custos para os governos ultrapassam os 1250 mil milhões de euros em despesas de saúde.

Para além de afetar a economia e a saúde, prejudica também o meio ambiente. Os resíduos que deixa contêm mais de sete mil químicos tóxicos que poluem o ambiente e têm agentes cancerígenos.

A OMS prevê que durante o século XXI, mil milhões de pessoas no mundo irão morrer devido ao tabagismo, pedindo que se proíba a publicidade a cigarros, que se proíba fumar em locais públicos fechados, e que se aumentem os impostos e preços do tabaco.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×