27/4/17
 
 
Seis ideias para este fim de semana
"Contos de Lua Vaga", de Kenji Mizoguchi

Seis ideias para este fim de semana

"Contos de Lua Vaga", de Kenji Mizoguchi Jornal i 21/04/2017 17:45

Raquel Tavares atua no Coliseu do Porto, cidade em que continua até ao fim do mês a BoCA, com a última apresentação de "Endgame", pela cubana Tania Bruguera. Aí e em Lisboa, onde, no Espaço Nimas, continua o ciclo dedicado ao mestre japonês Kenji Mizoguchi.

Contos da Lua Vaga, de Kenji Mizoguchi 

Sobre o mestre do cinema japonês Kenji Mizoguchi, a quem o Espaço Nimas dedica até 10 de maio um ciclo com a exibição de cópias restauradas de vários dos seus filmes, disse Jean-Luc Godard ser “um dos maiores cineastas de sempre”. Difícil um convite melhor do que este para assistir por exemplo a “Contos de Lua Vaga” (1953), história de amor e de fantasmas que constitui uma das maiores obras do cineasta, Leão de Prata e Prémio Pasinetti no Festival de Veneza e nomeado para o Óscar de Melhor Guarda-Roupa, Preto e Branco.

Endgame, de Tania Bruguera 

Num projeto desenvolvido para a BoCA - Bienal de Artes Contemporâneas, a artista e performer cubana desafia-se a entrar no território do teatro com a encenação de “Endgame” (Fim de Partida), de Samuel Beckett, texto com o qual se cruzou pela primeira vez há quase 20 anos, altura em que desenhou para ele uma gigante estrutura cilíndrica constituída por andaimes que aqui usa como bancada para o público, que assistirá de cima para baixo ao espetáculo, apresentado hoje pela última vez no Mosteiro de São Bento/Teatro Nacional de São João, no Porto.   

Raquel Tavares no Coliseu do Porto

Raquel Tavares vê-se ao espelho em “Raquel”, o álbum produzido por Fred Pinto Ferreira com canções escritas por compositores pop como Caetano Veloso, Mallu Magalhães, Rui Veloso, António Zambujo, Miguel Araújo, Jorge Cruz e Tiago Bettencourt, a apresentar no Coliseu do Porto vinte anos depois de ter subido pela primeira vez ao palco de um Coliseu: o dos Recreios em Lisboa na Grande Noite do Fado de 1997. O concerto começa às 21h30. Os preços variam entre 20 e 35 euros.   

Super Rock Super Nova

Quinto episódio do ciclo de noites Super Bock Super Nova no Maus Hábitos no Porto. A abrir, os vimaranenses Toulouse com o álbum novo “Yuhn”. Das Caldas da Rainha vêm os Cave Story com o elétrico “West”, editado pela Lovers & Lollypops no final do ano passado. A encerrar a noite, a contemplação atmostférica dos Sensible Soccers, entre a placidez baleárica e os longas jornadas por auto-estradas germânicas. A noite não termina com os concertos já que o DJ Nuno Dias, promotor, membro do podcast “Obrigado, Internet” e cúmplice das partidas pregadas ao mundo do futebol na página Um Azar do Kralj tenta juntar um pouco de tudo num set. 

Grigory Sokolov na Gulbenkian 

Pela oitava temporada consecutiva, o pianista russo Grigory Sokolov irá apresentar-se em recital no Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian pelas 19h00. O recital do compositor inclui sonatas para piano de Wolfgang Amadeus Mozart e Ludwig van Beethoven. O preço dos bilhetes varia entre 38 e 60 euros.  

Censura: Alguns Cortes, de Manuel Mozos

Abrem-se simbolicamente as portas de uma sala de projeção privada do antigo edifício da Rank Films, contíguo ao Cinema São Jorge, onde alegadamente vários filmes terão sido visionados pela Comissão de Censura aos Espetáculos. Será projetado na sala recentemente recuperada um filme que resulta desta prática “Censura: Alguns Cortes” de Manuel Mozos. Os 75 minutos da obra incluem cortes feitos pela censura a cerca de 50 fitas produzidas entre 1950 e 1972.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×