15/11/18
 
 
Lisboa: Câmara vai instalar pombais contracetivos

Lisboa: Câmara vai instalar pombais contracetivos

Shutterstock 17/03/2017 17:44

Este não é o primeiro ‘truque’ tentado pela autarquia para controlar a população de pombos. Por exemplo, já foi usado milho anticoncecional.

Controlar a população de pombos nos grandes centros urbanos é um desafio que existe há décadas. A partir deste mês, a Câmara de Lisboa vai optar por uma nova estratégia que passa pela instalação de pombais contracetivos, avança a Sábado na edição desta semana.

E o que são pombais contracetivos? “São locais para onde os animais são atraídos para por os ovos, que depois trocaremos por outros artificiais. Já temos várias juntas de freguesias como Olivais, Carnide Lumiar e Penha de França, preparadas para instalar estes pombais”, explicou à revista Vítor Vieira, diretor municipal da área de higiene urbana. A ideia da câmara é ter, até 2019, “um pombal contracetivo em cada uma das 24 freguesias”.

Este não é o primeiro ‘truque’ tentado pela autarquia para controlar a população de pombos. Por exemplo, já foi usado milho anticoncecional.

Em julho do ano passado, o PAN já tinha proposto esta ideia. O partido enviou para todas as autarquias do país um “plano para uma gestão ética da população de pombos nas cidades”. Segundo o PAN, esta é uma forma de se proceder a um “controlo assertivo da população de pombos citadinos de uma forma ética e consciente”, sem necessidade de tomar medidas letais.

Segundo o PAN, o método passa por atrair as aves para estes locais onde poderão encontrar tudo o que precisam para a sua subsistência. “Consiste em incentivar as aves a nidificarem em locais específicos, proporcionando-lhes para o efeito abrigo, alimento e água, com o objetivo de efetuar uma substituição regular dos ovos colocados pelas aves por ovos artificiais – em gesso, ou plástico – evitando, assim, o nascimento de novos espécimes de forma descontrolada”.

A ideia não é pioneira, explicou, na altura, o partido em comunicado. “Desde 1997, pelo menos 70 cidades alemãs optaram por este sistema. Em França o primeiro pombal contracetivo foi instalado em 1995 em Chatillon. O projeto foi, então, replicado noutras cidades, tais como Paris, Boulogne, Billancourt, Aulnaysous- Wood, Bobigny, Clamart, Meudon, Montrouge, Fontenay-sous-Bois, Puteaux, Tourcoing, Cannes, Montpellier, Amboise, entre outras”. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×