26/5/17
 
 
EMEL anda à procura de voluntários. Saiba porquê

EMEL anda à procura de voluntários. Saiba porquê

Shutterstock Jornal i 17/02/2017 17:02

Iniciativa está a ser elaborada pela EMEL e poderá estar a funcionar a partir do próximo ano 

A empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa, EMEL, está a procurar voluntários que queiram testar a rede de bicicletas partilhadas, que está a ser desenvolvida em Lisboa.

Em setembro de 2016, a empresa Órbita ganhou um concurso público para desenvolver um projeto que vem revolucionar a maneira como as pessoas se movimentam em Lisboa.

A ideia consiste em ter 1410 bicicletas espalhadas em 140 estações da capital.

Em março, a rede de bicicletas partilhadas irá arrancar a fase de testes e, como tal, a EMEL, para ter a certeza de que tudo correrá bem, está a procurar pessoas que queiram testar voluntariamente o sistema. O arranque acontece no Parque das Nações, com 100 bicicletas e dez estações.

Assim sendo, durante o próximo mês já vai ser possível experimentar, de forma gratuita, o sistema bike sharing, procedendo depois a uma análise de tudo o que correu bem e mal.

A rede de bicicletas partilhadas resulta de um investimento de 23 milhões de euros e cada bicicleta terá um custo de 16,312. Está previsto que o plano elaborado pela EMEL esteja a funcionar a partir da primavera do próximo ano e que o bilhete diário custe cerca de 10€ e o passe anual 36€.

A Órbita já tem redes de bicicletas partilhadas em várias zonas, como é o caso de Vila do Conde, Oliveira de Azeméis, Ovar, Estarreja, Viseu, Paris, Valência, Málaga e Bilbau.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×