21/9/18
 
 
Homem mata enteado de 5 anos por ter urinado na cama

Homem mata enteado de 5 anos por ter urinado na cama

Jornal i 07/02/2017 21:59

Caso aconteceu em França

O menino, Yanis, tinha urinado na cama e foi castigado pelo padrasto, Julien M., que agrediu o menor e o deixou na rua, à chuva e ao frio, apenas de roupa interior.

O padrasto confessou às autoridades que forçou a criança a “correr vários quilómetros” na rua, durante a noite.

O homem e a mãe já foram detidos pelas autoridades e, aquilo que se pensava ser apenas um homicídio por negligência, é agora confirmado pela polícia local como um “homicídio qualificado de uma criança menor de 15 anos”.

A autópsia da corpo da criança detetou que houve sinais de violência pelo corpo do menino mas o exame cuidado do corpo mostrou que houve “vários impactos violentos no crânio, incompatíveis com a tese de queda”.

O menino terá sido espancado antes e depois de ter sido posto na rua e obrigado a correr, com temperaturas inferiores a 2 graus negativos. Fontes policiais garantem que na autópsia foram encontradas marcas “suspeitas de constituírem sinal de violência extrema e repetida”.

Foi o padrasto do menino, de 30 anos, que chamou as autoridades pouco antes das 03:00h da manhã locais e disse que a tinha castigado, deixando-a na rua, garantindo que a tinha encontrado inconsciente no chão

Os paramédicos tentaram ainda fazer manobras de reanimação, mas sem sucesso. A mãe manteve passividade durante o crime, não tendo participado diretamente no mesmo mas está também acusada pelo homicídio.

Aquando da detenção e primeiro interrogatório, o padrasto não mostrou remorsos com a morte da criança.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×