1/4/20
 
 
Prémio Pessoa já foi atribuído

Prémio Pessoa já foi atribuído

João Porfírio Jornal i 09/12/2016 13:02

O tradutor, escritor e académico Frederico Lourenço é o Prémio Pessoa 2016. Este prémio pretende distinguir uma pessoa que tenha sido “protagonista de uma intervenção particularmente relevante e inovadora na vida artística, literária ou científica do país”

“Reunido em Seteais, o Júri do Prémio Pessoa 2016, constituído por Francisco Pinto Balsemão (Presidente), António Domingues (Vice-Presidente), António Barreto, Clara Ferreira Alves, Diogo Lucena, José Luís Porfírio, Maria Manuel Mota, Maria de Sousa, Pedro Norton, Rui Magalhães Baião e Viriato Soromenho-Marques, decidiu atribuir o Prémio Pessoa 2016 a Frederico Lourenço”, lê-se no comunicado.

O Prémio Pessoa 2016 é constituído por um diploma e uma dotação em dinheiro no valor de 60 mil euros.

O galardão será entregue em 2017 pelas mãos do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Frederico Lourenço nasceu em Lisboa, em 1963. Obteve a sua Licenciatura e o seu Doutoramento em Línguas e Literaturas Clássicas na Universidade de Lisboa, tendo lecionado também nessa Universidade, entre 1988 e 2009, antes de assumir o lugar de professor associado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

No comunicado da organização pode ler-se um perfil e a descrição do percurso de Frederico Lourenço. “Caracterizado pela variedade de interesses e realizações que incluem, para além da centralidade dos estudos clássicos, a música, o romance, a poesia, o teatro, o ensaio, os estudos bizantinos, a germanística e a história da dança. O traço mais singular da sua atividade reside no modo como, ao longo de quase duas décadas, Frederico Lourenço tem vindo a oferecer à língua portuguesa as grandes obras da literatura clássica”.

Para o júri do Prémio Pessoa, Frederico Lourenço “constitui um exemplo de disciplina, capacidade de trabalho e lucidez intelectual no elevado plano dos estudos clássicos e humanísticos, parte fundamental da vida cultural e científica dos países desenvolvidos”.

O ‘Prémio Pessoa’ é uma iniciativa anual do jornal Expresso com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos.

Esta é a 30.ª edição, o primeiro dos premiados foi José Mattoso em 1987

1987 - José Mattoso

1988 - António Ramos Rosa

1989 - Maria João Pires

1990 - Menez

1991 - Cláudio Torres

1992 - António e Hanna Damásio

1993 - Fernando Gil

1994 - Herberto Helder

1995 - Vasco Graça Moura

1996 - João Lobo Antunes

1997 - José Cardoso Pires

1998 - Eduardo Souto Moura

1999 - Manuel Alegre e José Manuel Rodrigues

2000 - Emanuel Nunes

2001 - João Bénard da Costa

2002 - Manuel Sobrinho Simões

2003 - José Joaquim Gomes Canotilho

2004 – Mário Cláudio

2005 – Luís Miguel Cintra

2006 – António Câmara

2007 – Irene Flunser Pimentel

2008 - João Luís Carrilho da Graça

2009 – D. Manuel Clemente

2010 – Maria do Carmo Fonseca

2011 – Eduardo Lourenço

2012 – Richard Zenith

2013 – Maria Manuel Mota

2014 – Henrique Leitão

2015 – Rui Chafes

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×