26/5/19
 
 
Sanções a Portugal devem avançar com unanimidade
Presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem

Sanções a Portugal devem avançar com unanimidade

Presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem AP João Madeira 11/07/2016 19:57

Amanhã há uma outra reunião dos ministros das Finanças de toda a UE, num fórum conhecido como Ecofin.

A reunião dos ministros das Finanças da Zona Euro realizada de hoje discutiu a situação orçamental portuguesa e resultou em indicações de que o processo de sanções a Portugal deverá avançar formalmente a partir de amanhã.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, afirmou que os países da Zona euro vão votar na terça-feira a favor das recomendações de Bruxelas, que assinalou que Portugal e Espanha não cumpriram as metas do défice no ano pasado, abrindo portas a sanções. “Os países da zona euro vão votar a favor da recomendação da Comissão de forma unânime”, garantiu Dijsselbloem.

Amanhã  há uma outra reunião dos ministros das Finanças de toda a UE, num fórum conhecido como Ecofin. Mas apenas os países da moeda única serão chamados a pronunciar-se formalmente sobre as sanções.

Dijsselbloem salientou que “houve hoje forte apoio às duas recomendações da Comissão”. Caso o Conselho confirme o parecer da Comissão Europeia, esta terá um prazo de 20 dias a partir de terça-feira para recomendar o montante da multa a aplicar, que pode ir até 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB), mas que também pode ser reduzida até zero.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×