7/3/21
 
 
JSD. Congresso antecipado permite eleger líder ‘trintão’

JSD. Congresso antecipado permite eleger líder ‘trintão’

Manuel Agostinho Magalhães 16/03/2016 12:14

Congresso no final do ano impedia Cristóvão Simão Ribeiro de se candidatar a segundo mandato. 

A antecipação do congresso da Juventude Social Democrata (JSD)vai permitir ao atual líder candidatar-se a um segundo mandato. Oconclave estava previsto para Dezembro, quando se completavam os dois anos do mandato de Cristóvão Simão Ribeiro. Mas o deputado social-democrata chega ao limite da idade para ser ‘jota’ a 13 de Maio – dia em que completa 30 anos. Os estatutos da JSDlimitam a esta idade a militância e, em conformidade, também a assunção de cargos na estrutura tem de se iniciar antes. 

Cristóvão Simão Ribeiro, que foi eleito líder em Dezembro de 2014, admite que o motivo da antecipação da data do congresso também está ligado à sua idade, mas acrescenta que há outros motivos. “Não tem a ver só com isso. Há múltiplos fatores. Foi entendimento da Comissão Política Nacional Permanente que a JSD devia adequar o novo ciclo político quer ao ciclo do PSD quer à realidade que o país vive e deve repensar a sua estratégia”, explica ao i.

O XXIV Congresso da JSD foi assim marcado para 29 de Abril a 1 de Maio (no distrito de Leiria), ou seja um mês depois do congresso do PSD (Espinho, 1 a 3 de Abril). Passos Coelho será candidato único, na reeleição para presidente do partido. E também Cristóvão Simão Ribeiro, recandidato, não deverá ter oposição para um segundo mandato à frente da estrutura juvenil dos social-democratas. 

“Ainda bem que posso ser recandidato, naturalmente, mas entendemos que a melhor altura, para uma alteração do ciclo político era agora. E eu reuni o apoio consensual da estrutura”, diz Simão Ribeiro que em 2014 sucedeu na liderança da JSD a Hugo Soares. 

O novo ciclo deverá contar com a “renovação de algumas pessoas e repensar toda a linha de atuação política”, revela. Neste momento, os ‘jotinhas’ estão a elaborar a nova estratégia, mas ainda não é o momento de fazer anúncios. “É muito prematuro falar na nova estratégia. Estamos na fase de construção da moção de estratégia global e de formação da nova equipa”, conta o também deputado do PSD.

Cristóvão Simão Oliveira de Ribeiro foi eleito deputado pelo Porto pela primeira vez em 2011(foi um dos mais jovens no Parlamento) e vai na sua segunda legislatura. É admirador de Passos Coelho e tem, como muitos jovens políticos que singram nas juventudes partidárias, uma licenciatura universitária incompleta. No caso, em direito. 
Entrar no segundo mandato já ‘trintão’ é também uma caraterística com precedentes. Hugo Soares, que o precedeu como líder da JSD, tinha trinta um anos em meio quando deixou de ser Jota. E também o predecessor deste, Duarte Marques, apagou as velas dos 30 como líder ‘jota’. 

Ambos só fizeram porém um mandato como líder. Em matéria de longevidade à frente da ‘jota’, Cristóvão Duarte Ribeiro, com a recondução em Maio, passará à frente de Hugo Soares e Duarte Marques. Mas não tem hipótese de ultrapassar Passos Coelho, não só o mais influente dos jovens líderes laranja, como o que permaneceu mais tempo no cargo. O ex-primeiro-ministro liderou a JSD entre Março de 1990 e Dezembro de 1995, completando o mandato já ‘trintão’. M.A.M.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×