19/9/18
 
 
Refugiados. UE altera regras de Schengen, EUA suspendem plano de asilo

Refugiados. UE altera regras de Schengen, EUA suspendem plano de asilo

GEORGI LICOVSKI/EPA Jornal i 20/11/2015 12:54

Ministro francês do Interior considera que fronteiras externas da UE ainda são demasiado "porosas" e quer o reforço “imediato e temporário” dos controlos, incluindo aos cidadãos da UE.

​O ministro francês do Interior conseguiu ontem que os homólogos bem como os ministros da Justiça da UniãoEuropeia aceitassem propor à Comissão Europeia uma revisão das regras no espaço Schengen “até ao final do ano”, para permitir o “controlo sistemático” de todos os que entram pelas fronteiras externas da UE.

Citado pela Associated Press, Bernard Cazeneuve declarou que as fronteiras externas da UE ainda são demasiado “porosas” para se conseguir rastrear quem entra no espaço de livre circulação, tornando mais difícil prevenir a entrada de radicais, sobretudo cidadãos europeus que viajaram até a Síria e ao Iraque a fim de se juntarem ao autoproclamado Estado Islâmico (Daesh, na sigla árabe) e que agora regressam a casa.

Cazeneuve quer yu, até que a Comissão apresente uma resolução. O pedido surge na sequência dos atentados de Paris e foi apresentado no Conselho de Justiça e Assuntos Internos convocado por França.

A notícia surgiu horas depois de a Câmara dos Representantes do Congresso dos EUA ter aprovado a suspensão do plano de asilo de refugiados sírios proposto por Barack Obama para aliviar a carga da UE; só na Alemanha, foi ontem avançado pelo Estado alemão, mais de 900 mil pessoas já entraram desde Janeiro. Donald Trump, candidato às primárias republicanas para as presidenciais de 2016, já declarou que quer os muçulmanos americanos com identificações especiais, ignorando o paralelismo com a identificação de judeus pelo regime nazi.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×