24/10/19
 
 
Ana Sá Lopes 08/10/2015
Ana Sá Lopes
Política

ana.lopes@ionline.pt

António Costa poderá ser Birgitte Nyborg?

Aquilo que é comum no norte da Europa nunca se viu em Portugal. Será António Costa capaz de se transmutar em Birgitte Nyborg? 

Vivemos os tempos politicamente mais interessantes desde o maravilhoso ano de 2004, quando Durão Barroso abandonou o governo para ser presidente da Comissão Europeia e Sampaio aceitou empossar aquele que o PSD escolheu para suceder a Durão: Pedro Santana Lopes. 

A questão foi alvo de intensa polémica política e constitucional. Teria Jorge Sampaio legitimidade para dar posse a um primeiro-ministro que não tinha ido a votos? Claro que tinha. As eleições legislativas não elegem primeiros-ministros, elegem um parlamento. A maioria desse parlamento é que “decide” quem é o primeiro-ministro. A decisão de Sampaio, inatacável do ponto de vista institucional, não foi compreendida do ponto de vista político. 

Estamos a viver uma época que nos coloca as mesmas questões. A coligação PSD/CDS é a vencedora indiscutível das legislativas, mas a maioria parlamentar, hoje, é de esquerda. Claro que nunca houve possibilidade de alianças à esquerda em Portugal – mas também nunca houve a mínima vontade de nenhum dos partidos de que isso acontecesse.

Ouvir ontem António Costa na Soeiro Pereira Gomes a admitir um “trabalho sério” para “dar expressão institucional à vontade popular” é um acontecimento histórico. Em simultâneo, ouvir Jerónimo a garantir que o PCP em caso algum derrubaria um governo PS é outro. É possível que António Costa chegue a primeiro-ministro com o apoio do PCP e do Bloco de Esquerda? 

Para os fanáticos da série dinamarquesa “Borgen”, isto pode soar familiar. Birgitte Nyborg, líder do partido Os Moderados, não ganha as eleições, mas torna-se primeira-ministra por ser a única que tem capacidade de fazer um acordo de governo que garanta maioria no parlamento.

Aquilo que é comum no norte da Europa nunca se viu em Portugal. Será António Costa capaz de se transmutar em Birgitte Nyborg? E o PS, PCP e Bloco estão preparados para uma coisa que envolve grandes cedências? É impossível prever o final.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×