17/10/21
 
 
Cartazes do PS. "Esta história não é minha. A afirmação é falsa"

Cartazes do PS. "Esta história não é minha. A afirmação é falsa"

Jornal i 07/08/2015 20:39

Maria João Pinto, de 29 anos, diz que a fotografia que aparece nos outdoors da nova campanha do PS foi utilizada sem o seu consentimento. Já pediu que fossem retirados e admite mesmo processar o partido.

Mais um tiro no pé do PS. Depois de os novos cartazes da campanha do partido para as legislativas em que várias pessoas desempregadas contam as suas histórias terem sido alvo de chacota nas redes sociais, um dos rostos da nova campanha vem dizer que a história apresentada num dos outdoors ao lado da sua fotografia é falsa.

“Esta história não é minha. A afirmação é falsa”, disse Maria João Pinto ao “Observador”, referindo-se à frase que aparece num dos novos cartazes como se fosse sua: “Estou desempregada desde 2012, para o governo não existo. Como eu, são mais de 220.000.”

“Eu não estou desempregada desde 2012. Não me podem envolver desta maneira. Aqueles dados, são mentira”, afirmou ao “Observador” a jovem de 29 anos, que garante que nessa altura era prestadora de serviços na área da comunicação na Junta de Freguesia de Arroios.

O PS reagiu explicando que a campanha trata de "representações". "Apesar de não faltarem exemplos de tantos casos semelhantes aos denunciados no cartaz, não iríamos expor assim as próprias pessoas e o seu sofrimento. Portanto, embora os cartazes sejam todos relativos a casos reais, as pessoas são figurantes escolhidos e que aceitaram figurar nos cartazes." Além de Maria João, outras duas das pessoas que aparecem nos cartazes da nova campanha do PS colaboram com a mesma junta de freguesia.

Versão diferente conta Maria João, que diz que a fotografia foi tirada na quinta-feira passada, 30 de Julho, o último dia em que esteve na Junta de Freguesia, e quando Margarida Martins, a presidente da junta, lhe terá pedido para tirar uma fotografia para a campanha de António Costa. "Foi uma autorização para uma fotografia, mas pensei que haveria o processo a seguir." Maria João diz que ficou à espera de um pedido de autorização para a utilização da foto e garante que nunca a teria dado se soubesse o contexto em que ia ser utilizada. 

Maria João diz que já pediu ao PS que retirasse os cartazes em que aparece e, segundo o "Observador", pondera até processar o partido. 

Ler Mais


Especiais em Destaque

×

Pesquise no i

×