8/8/20
 
 
Grécia. Nova manifestação em Atenas pela manutenção na zona euro

Grécia. Nova manifestação em Atenas pela manutenção na zona euro

YANNIS KOLESIDIS Jornal i 22/06/2015 20:01

Atenas, que arrisca entrar em incumprimento no final de Junho, entregou esta segunda-feira novas propostas aos seus credores por ocasião da cimeira europeia extraordinária sobre a crise grega.

Cerca de 7.000 pessoas, segundo a polícia, voltaram a manifestar-se esta segunda-feira na praça Syntagma, centro de Atenas, em favor da manutenção da Grécia na zona euro.

“A Grécia pertence à União Europeia (UE) e todas as negociações com os credores (UE e FMI) devem decorrer no âmbito europeu”, declarou à agência noticiosa AFP Kyriakos Fragazidis, trabalhador numa empresa.

“Há muito que não participava em manifestações. A política de rigor foi muito estrita para a Grécia, mas as razões da crise não são a austeridade, é o modelo produtivo do país”, considerou.

Alguns dos manifestantes, na maioria de meia-idade e soprando apitos, agitavam bandeiras gregas e europeias. Um deles conseguiu ultrapassar o recinto do parlamento com uma bandeira grega.

“Sou a favor da Europa mesmo que existam medidas de austeridade muito duras. Sem a Europa regressamos à Idade Média”, acrescentou Alexandra Ikonomou, 35 anos, proprietária de uma galeria de arte.

O antigo primeiro-ministro de direita Konstantin Mitsotakis, no poder entre 1990 e 1993, e hoje com 96 anos, juntou-se aos manifestantes. “É uma grande manifestação, não é uma manifestação partidária nem uma manifestação de divisão. É uma manifestação de unidade. A sua mensagem é que a Grécia permaneça na Europa”, assegurou.

Foi a segunda vez desde quinta-feira que os “pró-Europa” se concentram na Praça Syntagma, e um dia após manifestações dos “antiausteridade” que apoiam o Governo do Syriza. Segundo a polícia, estas iniciativas têm reunido cerca de 7.000 pessoas.

A alguns metros da praça, cerca de 200 anarquistas também se manifestaram antes de serem afastados pela polícia de intervenção, para evitar eventuais incidentes com os manifestantes “pró-euro”.

Lusa

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×