21/11/17
 
 
António Ribeiro Ferreira 03/06/2015
António Ribeiro Ferreira
Opiniao

antonio.ferreira@newsplex.pt

Será um milagre a TAP aterrar em segurança

Dava tudo para, sentado no balcão, ver o avião despenhar-se. Ás vezes, há males que vêm por bem.

Mais um episódio trágico-cómico na privatização da TAP. Providências cautelares aceites pelo Supremo Tribunal Administrativo, uma especialidade muito apreciada em Portugal, mais um resolução fundamentada de interesse público apresentada pelo governo e o processo lá vai indo, aos solavancos.

As providências foram metidos por uns senhores que andam a tapar os olhos à realidade e por um sindicato kamikaze, outro, que anda a fazer o que pode e não pode para fazer despenhar a companhia. Talvez queiram receber as indemnizações e ir para casa descansar uns tempos com subsídio de desemprego.

Os outros, os que andam a tapar os olhos à realidade, são profissionais dos subsídios do Estado e não querem ficar sozinhos à mesa do orçamento. Com tanto trambolhão será um milagre o avião TAP aterrar em segurança. Uns tentam salvá-lo da turbulência, outros atiram mísseis de qualquer forma e feitio.

Dava tudo para, sentado no balcão, ver o avião despenhar-se. Dava tudo, sentado no balcão, para ver esta gentinha aos gritinhos com o avião em pedaços. Ás vezes, há males que vêm por bem.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×