22/9/18
 
 
Segurança. 200 militares da GNR e 45 profissionais do INEM
INEM com maior dispositivo de sempre

Segurança. 200 militares da GNR e 45 profissionais do INEM

INEM com maior dispositivo de sempre Ana Brígida Isabel Tavares 13/05/2015 08:38

Esta operação servirá de teste à visita do Papa Francisco a Fátima, prevista para 2017.

O dispositivo de segurança está montado a contar com o pior cenário, mas todos esperam que não se passe “nada”. Estão no terreno perto de 200 militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) e 45 profissionais do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), todos a postos para receber os milhares de peregrinos esperados em Fátima.
Desde a visita do Papa Bento XVI, em 2010, que não se via tamanho aparato, numa operação que pretende ser também, de acordo com a protecção civil, um teste para a visita a Fátima do Papa Francisco, prevista e confirmada para 2017.

Só a GNR destacou para o santuário e zona envolvente “cerca de 200 militares das diversas valências”, disse ao jornal i o major Pinto Reis, relações públicas da operação “Peregrinação Segura”.



O INEM terá em permanência 45 profissionais e “está apto a garantir a coordenação de todas as actividades de saúde”. A operação integra um hospital de campanha e um posto médico avançado, com duas viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER), além de quatro motociclos de emergência médica, informou o instituto.

“A operacionalidade deste dispositivo obriga à intervenção média diária de 11 médicos, 12 enfermeiros, nove técnicos de emergência, três técnicos operadores de telecomunicações de emergência, dois psicólogos, dois radiologistas, cinco elementos do gabinete de logística e operações, técnicos de informática e o coordenador”, segundo o comunicado emitido pelo INEM.

Desde segunda-feira, o instituto de emergência médica “está apto a garantir a coordenação de todas as actividades de saúde, em ambiente pré-hospitalar, triagem, evacuações primárias e secundárias e a referenciação e transporte para as unidades de saúde mais adequadas em qualquer situação de emergência médica que possa ocorrer durante a peregrinação ao santuário de Fátima”, garante o INEM.

Este é o maior dispositivo de sempre organizado pelo instituto desde a visita do Papa Bento XVI, há cinco anos. “Foi um evento excepcional”, em que o INEM envolveu 380 profissionais e 83 viaturas, o que não acontece “em anos comuns”, que incluem esta peregrinação internacional de Maio, assegurou fonte da instituição.

A Autoridade Nacional de Protecção Civil revelou que está a testar, ontem e hoje, os meios e procedimentos para a futura visita papal. “No dispositivo que está em Fátima vamos testar algumas valências e procedimentos com vista a uma eventual visita do Papa em 2017”, explicou o comandante distrital de operações de socorro de Santarém, Mário Silvestre. O Papa Francisco confirmou este sábado, em Roma, em audiência privada com o bispo de Leiria-Fátima, António Marto, que tenciona deslocar-se a Fátima em 2017, quando se assinala o centenário das aparições na Cova da Iria, “se Deus [me] der vida e saúde”.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×