23/10/18
 
 
Almeida Henriques promete Viseu com “voz liderante na região e influente no país”

Almeida Henriques promete Viseu com “voz liderante na região e influente no país”

22/10/2013 00:00
O novo presidente da Câmara de Viseu sublinhou que o desenvolvimento económico vai estar na primeira linha de atuação do município, tal como foi prometido no programa eleitoral

O novo presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques (PSD), prometeu hoje dar ao concelho uma voz liderante na região e influente no país durante os próximos quatro anos.

"Pretendo uma voz em rede com os municípios com quem Viseu forma uma comunidade e uma região. Uma voz forte e esclarecida perante o poder central, de quem reclama e espera transparência, lealdade e cooperação", alegou.

No seu discurso de tomada de posse enquanto presidente da Câmara de Viseu, que decorreu durante a tarde de hoje, Almeida Henriques garantiu que o município de Viseu não será súbdito de nenhum outro poder e interesse que não sejam os dos viseenses.

"Espero construir um concelho mais próspero e atrativo, mas também mais eficiente e económico", apontou.

O novo presidente da Câmara de Viseu sublinhou que o desenvolvimento económico vai estar na primeira linha de atuação do município, tal como foi prometido no programa eleitoral.

"Apoiar atividades e empresas, estimulando redes, investimentos e a internacionalização são um objetivo nuclear do ciclo da política municipal que hoje iniciamos", sustentou.

O antigo secretário de Estado da Economia destacou ainda que Viseu precisa de melhores acessibilidades estruturantes ao país e ao mundo, de forma a tornar-se mais competitivo.

"A reabilitação da linha ferroviária da Beira Alta e a inserção de Viseu nesse corredor transeuropeu são fundamentais para a nossa conetividade. Os instrumentos europeus de financiamento acalentam uma esperança", referiu.

A adoção do Orçamento Participativo para intervenção no centro histórico, a constituição do Conselho Estratégico de Viseu e do Fórum Cultura Viseu fazem também parte do pacote de iniciativas prioritárias do executivo liderado por Almeida Henriques.

"Veremos na cultura um investimento e não um custo, numa ligação forte e inovadora ao projeto educativo e formativo dos jovens e das escolas do concelho", acrescentou.

Na cerimónia foram ainda empossados os 25 presidentes de junta do concelho, os 27 elementos que constituem a Assembleia Municipal e o executivo da Câmara de Viseu, que terá os deputados da Assembleia da República José Junqueiro (PS) e Helder Amaral (CDS/PP) como vereadores, para além de Joaquim Seixas, Odete Paiva, João Paulo Gouveia e Guilherme de Almeida pelo PSD e João Paulo Rebelo e Rosa Monteiro pelo PS.

No final da cerimónia, o presidente da Câmara de Viseu cessante, Fernando Ruas, sublinhou que entregou o município nas condições em que gostaria de o ter recebido em 1989.

Visivelmente emocionado, sublinhou que saiu da liderança da Câmara de Viseu sem ter levado um cartão vermelho de ninguém.

"O mais normal é que não regresse, mas daqui por quatro anos estarei liberto e se me apetecer voltar não tenho de pedir licença a ninguém", concluiu.

*Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×