Acordo com guardas prisionais é “quase certo”

Acordo com guardas prisionais é “quase certo”


O Ministério da Justiça fez uma proposta de 300 aos profissionais.


O Ministério da Justiça apresentou, esta quarta-feira, uma proposta, aos guardas prisionais, que passa pelo aumento do suplemento de missão, de 300 euros. Uma fonte do Governo, citada pela agência Lusa, diz que o acordo é “quase certo”.

A proposta feita pela ministra da Justiça, Rita Alarcão Judice, é muito semelhante àquela que o Ministério da Administração Interna apresentou aos sindicatos da PSP e associações da GNR, que passa pela atribuição 200 euros já a partir de julho, mais 50 euros em janeiro de 2025 e outros 50 euros em janeiro de 2026.

Uma fonte do Sindicato nacional do Corpo da Guarda Prisional (SNCGP), em declarações à agência Lusa, afirmou que, perante esta proposta, vai assinar um acordo.

Ainda não são conhecidas se ainda as posições da Associação Sindical de Chefias do Corpo da Guarda Prisional e do Sindicato Independente do corpo da Guarda Prisional, que também estiveram presentes na reunião desta quarta-feira no Ministério da Justiça, em Lisboa.