Israel proíbe agência AP de transmitir imagens de Gaza

Israel proíbe agência AP de transmitir imagens de Gaza


AP “lamenta veementemente as ações do Governo israelita para encerrar a nossa transmissão ao vivo de longa data que mostra Gaza e apreender o equipamento da AP”, diz a vice-presidente.


As autoridades de Israel apreenderam, esta terça-feira, uma câmara e equipamento de transmissão pertencente à Associated Press (AP), no sul de Israel, na sequência da proibição que o governo israelita impôs à televisão Al Jazeera. 

De acordo com a imprensa internacional, a denúncia foi feita pela AP, que “lamenta veementemente as ações do Governo israelita para encerrar a nossa transmissão ao vivo de longa data que mostra Gaza e apreender o equipamento da AP”, diz a vice-presidente de comunicações empresariais da agência, Lauren Easton. 

Tudo começou quando funcionários do Ministério das Comunicações chegaram às instalações da AP na cidade de Sderot, no sul do país, e apreenderam o equipamento. Depois, entregaram um documento, assinado pelo ministro das Comunicações, Shlomo Karhi, alegando que a agência estava a violar a lei relativa aos organismos de radiodifusão estrangeiros. 

A AP estava a transmitir, nesse momento, uma imagem geral do norte de Gaza. 

Recorde-se que o Governo israelita também ordenou, no dia 5 de maio, o encerramento dos escritórios da Al Jazeera em Israel.