Suécia. Detidas cinco pessoas suspeitas de planear ato terrorista

Suécia. Detidas cinco pessoas suspeitas de planear ato terrorista


As detenções deram-se em três cidades, na segunda-feira, depois de várias casas terem sido revistadas pela Polícia Nacional.  


Os serviços secretos da Suécia anunciaram, esta terça-feira, que as autoridades detiveram cinco pessoas suspeitas de planear um ato terrorista no país, na sequência da destruição de um Corão por uma pessoa da extrema-direita.  

As detenções deram-se em três cidades, na segunda-feira, depois de várias casas terem sido revistadas pela Polícia Nacional.  

"O caso atual é um dos muitos em que trabalham os serviços secretos, após os protestos contra a Suécia em relação à famosa queima de um Corão em janeiro", acrescentou o Säpo – o serviço de inteligência sueco, acrescentando que o plano é "considerado como tendo ligações internacionais ao extremismo islâmico violento". 

Recorde-se que Rasmus Paludan, homem dinamarquês-sueco de extrema-direita, queimou uma cópia do Corão em frente à embaixada da Turquia em Estocolmo, tendo provocado vários protestos em vários países muçulmanos.