São mais de 100 mil cidadãos do Brasil a residir ilegalmente em Portugal

São mais de 100 mil cidadãos do Brasil a residir ilegalmente em Portugal


Os brasileiros a viver em Portugal sem a documentação necessária “não conseguem emprego, abrir uma conta num banco ou celebrar um contrato de arrendamento”.


Segundo o site ‘SchengenVisaInfo.com’ – um visto Schengen é um visto de curta duração que permite a uma pessoa viajar para qualquer membro do Espaço Schengen , durante 90 dias para turismo ou negócios – há mais de 100 mil cidadãos do Brasil que vivem hoje de forma ilegal em Portugal. Estas pessoas “ainda não receberam uma resposta do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF)”, responsável pela emissão de autorizações de residência e trabalho.

Há já algum tempo que as autoridades brasileiras alertavam para a situação exigindo que Portugal "tomasse as medidas necessárias o mais rapidamente possível”. Porém, até agora, as autoridades portuguesas mantinham o silêncio. 

De acordo com a MultiNews, os dados chegaram ao senador chico Rodrigues (União Brasil-RR) pelos três consulados e pela embaixada do Brasil em território português – o número coincide com o divulgado recentemente pelo ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, que anunciou que a lista de pendências do SEF “passa as 200 mil pessoas, sendo a maior parte brasileiros”.

“O que observámos nas visitas a Lisboa, Porto e Faro, onde ficam os três consulados, foi uma situação dramática entre os brasileiros. Encontrámos pessoas a viver em condições subumanas”, afirmou o senador. Além disso, frisou ainda que os nacionais do Brasil a viver em Portugal sem a documentação necessária “não conseguem emprego, abrir uma conta num banco ou celebrar um contrato de arrendamento”.