Homem ataca passageiros no metro dos EUA e mata funcionário

Homem ataca passageiros no metro dos EUA e mata funcionário


O atirador foi para a plataforma dos comboios e confrontou uma mulher, mas quando um funcionário tentou dispersar a confusão, o homem voltou a disparar e o trabalhador acabou por morrer. 


Uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas após um homem ter disparado, na quarta-feira, para uma multidão no metropolitano de Washington D.C, nos Estados Unidos. O atirador foi detido e a sua identidade não foi divulgada. 

A vítima mortal é um trabalhador do metro, identificado como Robert Cunningham, os feridos estão a recuperar numa unidade hospitalar. 

O incidente ocorreu de manhã quando o homem começou a disparar dentro de um autocarro, conta a Associated Press. Quando o veículo parou, perseguiu um dos passageiros e deu-lhe um tiro na perna. 

O homem desceu, em seguida, para o túnel da estação de metro de Potomac Avenue e, confrontando um utente que estava a comprar um passe, disparou novamente, ferindo-o numa das pernas. 

O atirador foi para a plataforma dos comboios e confrontou uma mulher, mas quando um funcionário tentou dispersar a confusão, o homem voltou a disparar e o trabalhador acabou por morrer. 

O presidente da empresa que gere o metropolitano de Washington D.C. elogiou a atitude do trabalhador, que "agiu com extrema coragem para ajudar uma utente que estava a ser ameaçada pelo atirador".