Mais de 550 acidentes, quatro vítimas mortais e onze feridos graves em operação da GNR

Mais de 550 acidentes, quatro vítimas mortais e onze feridos graves em operação da GNR


No total foram fiscalizados 23.360 condutores.


A Guarda Nacional Republicana (GNR), no âmbito da Operação ‘Ano Novo’, entre 29 de dezembro e as 07h30 horas de 1 de janeiro de 2023, registou 555 acidentes, dos quais há a registar 4 vítimas mortais, 11 feridos graves e 106 feridos leves.

No âmbito da operação, que contou com ações em vátios pontos do país, foram fiscalizados 23.360 condutores, dos quais 193 conduziam com excesso de álcool – destes, 101 foram detidos por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l. Foram também detidas 65 pessoas por conduzirem sem habilitação legal, segundo dados da GNR.

No total, detetaram-se ainda 5.427 contraordenações rodoviárias, 1.530 por excesso de velocidade; 357 por falta de inspeção periódica obrigatória; 172 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças; 96 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução; 138 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

A GNR faz saber que irá continuar a priorizar a fiscalização da condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, o excesso de velocidade, a falta de inspeção periódica obrigatória, a realização de manobras perigosas e a utilização indevida do telemóvel.