Família volta a poder reunir-se em jantares, mas não nos moldes de antes

Família volta a poder reunir-se em jantares, mas não nos moldes de antes


Mas “não podemos fazê-lo nos moldes em que o fazíamos anteriormente”, avisa subdirector-geral da Saúde.


As medidas de combate à covid-19 estão a ser atenuadas e, esta terça-feira, o subdirector-geral da Saúde, Diogo Cruz, chegou mesmo a admitir que se possam voltar a fazer jantares com familiares, mesmo que não vivam todos na mesma casa.

“Podemos fazer um jantar de família, mas com as devidas cautelas e distanciamento social. Não podemos fazê-lo nos moldes em que o fazíamos anteriormente”, afirmou o responsável na conferência de imprensa diária de actualização do estado da pandemia.

Diogo Cruz fez questão de sublinhar que devem continuar a adotar-se precauções de distanciamento “ainda que com mais liberdade e permissões”. E acrescentou: “como presumo que nenhum de nós queira uma segunda onda [de covid-19], devemos manter as recomendações”.