Número de casos e vítimas mortais não impede norte-americanos de se juntarem na praia

Número de casos e vítimas mortais não impede norte-americanos de se juntarem na praia


Apesar de o governador da Califórnia ter apelado à população para ficar em casa de modo a evitar a propação da covid-19, milhares de pessoas ignoraram o pedido e juntaram-se no areal. 


Os Estados Unidos são o país mais afetado pelo novo coronavírus, tanto em número de casos como em número de vítimas mortais. No entanto, tal não impediu que a população regressasse a algumas praias na Califórnia, como a Huntington Beach, em Orange, que permanece aberta, e onde foram capturadas algumas fotografias onde se pode ver que as normas de distanciamento social não foram cumpridas.

Apesar de o governador ter apelado à população para ficar em casa de modo a evitar a propação da covid-19, milhares de pessoas ignoraram o pedido e juntaram-se no areal. Os vigilantes de praia e as autoridades norte-americanas que estiveram presentes no local afirmam que a população cumpriu com as normas de segurança, no entanto, algumas fotografias capturadas este fim de semana mostram o contrário, onde se pode ver as pessoas muito perto umas das outras a confraternizar. 

"As pessoas estão a ser muito cooperantes e a respeitar as regras de distanciamento social", disse um nadador-salvador da praia de Newport à CNN. "Tive a oportunidade de ver amigos que não via há seis semanas, e encontrámo-nos, mas mantivemos a distância", assegurou uma das pessoas que se encontrava na praia em Malibu.