Ventiladores adquiridos pela EDP já estão na embaixada de Portugal em Pequim

Ventiladores adquiridos pela EDP já estão na embaixada de Portugal em Pequim


Os equipamentos, que incluem 50 ventiladores, 200 monitores médicos e ainda consumíveis e materiais de suporte, envolvem um investimento de quatro milhões de euros e deverão chegar a Portugal durante a próxima semana.


O material de apoio adquirido pela EDP e pela China Three Gorges (CTG) para reforçar o apoio aos hospitais portugueses e equipas médicas no combate à atual pandemia foi entregue este domingo na embaixada de Portugal em Pequim. Os equipamentos – que incluem 50 ventiladores, 200 monitores médicos e ainda consumíveis e materiais de suporte – envolvem um investimento de quatro milhões de euros e deverão chegar a Portugal durante a próxima semana.

Estes equipamentos médicos já foram homologados pelo Ministério da Saúde e foram entregues numa breve cerimónia na embaixada de Pequim que contou com a presença do embaixador português em Pequim, José Augusto Duarte, e de elementos da EDP e da CTG.

“Estamos num tempo de responsabilidade e urgência, assumido desde o primeiro momento pela EDP. Conseguir o material mais crítico nesta luta de todos contra a pandemia foi possível pelo nosso compromisso e pelo apoio decisivo da China Three Gorges e da embaixada portuguesa na China”, declarou António Mexia, presidente executivo da EDP.

Com esta iniciativa, a EDP reforça as medidas de apoio que tem lançado no sentido de participar no esforço coletivo das equipas médicas que estão no combate à pandemia. Entre as ações que a EDP tem desenvolvido está também a doação de 500 mil euros para aquisição de materiais essenciais para garantir a proteção de pacientes e pessoal médico em hospitais no combate ao novo coronavírus. Esta lista inclui 500 mil máscaras cirúrgicas, mais de 20 mil máscaras para respiradores e 10 mil fatos de proteção – todos estes equipamentos deverão ser entregues ao longo das primeiras três semanas de abril.