Passageiros aéreos podem duplicar em 20 anos

Passageiros aéreos podem duplicar em 20 anos


De acordo com a IATA, a região da Ásia-Pacífico vai registar o maior crescimento.


A Associação Internacional de Transporte Aéreo acredita que o número de passageiros pode duplicar para 8,2 mil milhões em 2037. De acordo com as previsões da IATA, iremos assistir a uma taxa de crescimento anual na ordem dos 3,5% nos próximos 20 anos, levando a uma duplicação do número de passageiros face aos atuais níveis. No entanto, o organismo chama a atenção para o facto de estes números poderem ser revistos em baixa caso sejam implementadas “medidas protecionistas” por parte dos governos.

De acordo com a IATA, a região da Ásia-Pacífico vai registar o maior crescimento, com mais de metade do número total de novos passageiros proveniente deste mercado que é impulsionado pelo crescimento económico, melhoria dos rendimentos das famílias e evolução demográfica.

Esta análise aponta ainda para a probabilidade da China vir a destronar os Estados Unidos como o maior mercado mundial da aviação na década de 2020. A Índia ocupará o terceiro lugar depois dos EUA, superando o Reino Unido em 2024. Para a Indonésia está prevista uma subida desde a 10.º posição em 2017 até à 4.ª em 2030. Já a Tailândia deverá entrar no top 10 em 2030, substituindo Itália que sai do ranking.