Portugueses têm falta de vitamina D

Portugueses têm falta de vitamina D


Estudo é de uma equipa de investigadores de Coimbra


Um estudo de uma equipa de investigadores do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) concluiu que 
Cerca de 65% da população portuguesa tem falta de vitamina D, segundo um estudo de uma equipa de investigadores do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC). No verão o valor baixa para 41%.

"Parece-nos um valor elevado para um país com tanto sol e grande exposição solar", comentou a investigadora Cátia Duarte, apontando como causas o facto de as pessoas não se exporem ao sol os "10 a 15 minutos recomendados".

Segunda a médica do CHUC, o estudo realizado conclui também que 15% da população apresenta deficiência grave daquela vitamina.

A investigadora salientou que as "percentagens variam consoante as estações do ano e as taxas de insolação, sendo que o inverno acentua, efetivamente, esta deficiência", e o verão melhora a produção de vitamina D.

O estudo, acrescentou, revela que no género feminino e indivíduos não caucasianos existe uma maior tendência para níveis deficientes de vitamina D, sendo que a faixa etária mais deficitária se encontra entre os 46 e os 64 anos.

Os Açores são a zona do país mais deficitária, com uma taxa de 70%, enquanto a região do Algarve apresenta menos prevalência de falta daquela vitamina, com 42%.