Vaticano. Madre Teresa será canonizada no domingo

Vaticano. Madre Teresa será canonizada no domingo


A cerimónia terá início às 10h30 locais (9h30 em Portugal continental), na praça de São Pedro


Madre Teresa de Calcutá será canonizada este domingo pelo Vaticano, um dia antes do 19.º aniversário da sua morte e dia em que se celebra o Jubileu do Voluntariado e dos Operadores da Misericórdia.

Segundo o jornal católico Avvenire, a cerimónia será liderada pelo Papa Francisco e terá início às 10h30 locais (9h30 em Portugal continental), na praça de São Pedro.

Depois de vários anos de investigação, o Vaticano reconheceu a “cura extraordinária” de um homem, de nacionalidade brasileira, com múltiplos tumores cerebrais. Um ‘milagre’ que terá ocorrido em dezembro 2008.

Conhecida como "santa das sarjetas", a freira foi beatificada pelo papa João Paulo II a 19 de outubro 2003, após o Vaticano ter reconhecido como um milagre a cura de um tumor no abdómen de uma mulher, depois de lhe ter sido colocado um medalhão com uma foto de Madre Teresa. Mais de 300 mil fiéis deslocaram-se até Roma para assistir às cerimónias de beatificação, lê-se no Guardian.

Madre Teresa, cujo nome era Inés Gonxha Bojaxhiu, nasceu a 26 de agosto de 1910 em Skopje (atual república da Macedónia) e fundou a congregação Missionárias da Caridade, em Calcutá, onde fez trabalho social durante cerca de 50 anos.

Em 1979, foi-lhe atribuído o Nobel da Paz.

Morreu no dia 5 de setembro de 1997, com 87 anos.