Abusos a menores subiram 20% e alcançaram número recorde no Japão

Abusos a menores subiram 20% e alcançaram número recorde no Japão


Os abusos a crianças, tanto físicos como psicológicos, no Japão, em 2014, obrigaram a 88.931 intervenções de centros de menores.


Um número recorde que representa um aumento de 20,5% em relação ao ano anterior, informa hoje o Governo.

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar constituem o 24.º aumento consecutivo desde que estes dados começaram a ser compilados, em 1990.

O Ministério atribui este aumento ao maior acompanhamento dado a este tipo de casos e à inclusão de mais actos dentro da categoria de abusos infantis, incluindo os maus-tratos psicológicos.

Por outro lado, alguns especialistas acreditam que este aumento se deve ao facto de cada vez mais famílias e menores estarem expostos à pobreza e ao isolamento social, considerados factores de risco para este tipo de abusos.

Apesar do aumento do total de intervenções por abusos em 2014, o número de vítimas mortais em consequência destes casos diminuiu para 36, em relação aos 51 do ano anterior.

No Japão, quando a polícia recebe alertas de abusos, os centros de apoio a menores actuam, levando as crianças ou proporcionando apoio aos pais.

Lusa