Atlético Madrid, o primeiro a passar os 100 milhões

Atlético Madrid, o primeiro a passar os 100 milhões


Felipe Luis volta ao Atleti e junta-se a Jackson, Vietto, Ferreira-Carrasco e Savic


É um boomerang, o Felipe Luis. O lateral brasileiro sai do Atlético Madrid por 20 milhões de euros em 2014 e volta à base por 16 M€ no ano seguinte. A vida de Londres não o fascina, a táctica de Mourinho também não (só 24 jogos no Chelsea). Vai daí, o salto para a capital espanhola, onde é realmente feliz há dois anos, com o título de campeão espanhol e a presença na final da Liga dos Campeões, perdida no prolongamento para o Real Madrid, na Luz (4-1).

Diego Simeone, o treinador argentino que potencia Felipe Luis como nunca, recebe-o de braços abertos. Pois claro. Afinal, passa uma época cheio de dúvidas com as opções fracassadas de Siqueira (ex-Benfica) e Ansaldi. Com Felipe Luis no pico de forma, o Atlético rivaliza novamente com os grandes Real Madrid e Barcelona. E é o primeiro clube a passar os 100 milhões de euros em transferências neste Verão.

Felipe Luis vale 16 e junta-se a Jackson (Porto, 36.7), Vietto (Villarreal, 20), Ferreira-Carrasco (Monaco, 20) e Savic (Florença, 12). Ao todo, 104.7 milhões. Rebenta a bolha. Rebenta a escala. Quem dá mais, quem dá mais? O United está quase quase, nos 98.5 milhões. Seguem-se Juventus (88.1 M€) e City (84 M€).

E por cá? O FC Porto gasta 24,5 milhões (Imbula, do Marselha, vale 20), o Benfica apenas nove (Carcela é o mais caro, 4 M€) e o Sporting tão-só 7.9 (Teófilo Gutiérrez custa 3,4 M€).