Oitavos de final. Marque oito dias de férias lá para Fevereiro e Março


O sorteio de Figo junta City-Barça, Milan-Atlético e Arsenal-Bayern e há ainda o regresso de Drogba a Stamford Bridge e o de Ronaldo à AufSchalke Arena. Se houvesse portugueses, seria Porto-Dortmund e Benfica-United. Primeira mão em Fevereiro (dias 18, 19, 25 e 26), segunda em Março (11, 12, 18 e 19) Man. City-Barcelona. Agüero e…


O sorteio de Figo junta City-Barça, Milan-Atlético e Arsenal-Bayern e há ainda o regresso de Drogba a Stamford Bridge e o de Ronaldo à AufSchalke Arena. Se houvesse portugueses, seria Porto-Dortmund e Benfica-United. Primeira mão em Fevereiro (dias 18, 19, 25 e 26), segunda em Março (11, 12, 18 e 19)

Man. City-Barcelona. Agüero e Messi, que honra

No coração dos argentinos, não há dúvidas: depois de Lionel Messi, o melhor do país é SergioAgüero. Os dois são os melhores amigos fora do campo e entendem-se às mil maravilhas dentro dele. A excepção à regra é agora, nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. É o primeiro City-Barça na Europa mas os dois já se conhecem de ginjeira: a 10 de Agosto de 2003, o City estreia o seu estádio e convida o Barça para ganhar 2-1; o Barça retribui a gentileza e convida oCity para o Joan Gamper de 2009 (um golo de Petrov cala os adeptos em Camp Nou e suscita dúvidas no início do projecto Guardiola).

 

Olympiacos-Man. United. E se fosse o Benfica?

Entramos no mundo dos ses.E se o Benfica tivesse sido competente na fase de grupos e eliminasse o Olympiacos para arrebatar o segundo lugar, atrás do PSG? Estaria aqui, no lugar dos gregos, a defender a honra portuguesa. E logo com o Manchester United, o campeão inglês caído em desgraça: 9.º lugar com mais derrotas (5) que empates (4). Cabe portanto ao português Nani a vingança de Atenas, onde mora o Olympiacos, 11 vezes campeão grego no séculoXXI e líder invicto em 2013/14 com 14 vitórias, um empate e apenas quatro golos sofridos pelo inigualável Roberto (no lado oposto, Saviola tem sete).

 

Milan-Atlético Madrid. Balotelli + Diego = faísca

É o primeiro Milan-Atlético de sempre. Um é o rei mundial dos títulos internacionais (18, como o Boca Juniors), o outro é um princípe encantado (Liga Europa 2010 e 2012 mais Supertaça europeia 2010 e 2012). Neste momento, a vantagem é doAtlético, equipa competentíssima nas mãos do treinador argentinoDiegoSimeone – que o diga o FC Porto. Se a isto acrescentarmos a crise do Milan (8.º lugar na Serie A) e o facto de ter sido sempre eliminado por espanhóis na Liga dos Campeões (Depor 2004 e Barça 2006, 2012 e 2013), estamos conversados. Ou quase. Curioso ver Balotelli e DiegoCosta no mesmo relvado.

 

Bayer-PSG. Um pau de dois bicos

Qual é a única equipa que aguenta a pedalada do Bayern na liga alemã? O Bayer Leverkusen, a quatro pontos do líder e com seis de avanço sobre oDortmund. E qual é a única equipa que se deixa subjugar pelo Manchester United 2013/14? O Bayer: 4-2 em Old Trafford, 5-0 em casa. A equipa de Leverkusen mais se parece com um auto-retrato de Dr. Jekyll e Mr. Hyde, ao contrário do fiável PSG, comandado por Ibra. O avançado sueco responde invariavelmente presente nos jogos com equipas alemãs(Bayern, Werder Bremen e Estugarda) e tem a ajuda de Cavani, Pastore, Lavezzi, Van der Wiel, Lucas e Thiago Silva.

 

Galatasaray-Chelsea. Drogba volta a Londres…

A época 2013/14 do Chelsea tem sido especial desde o momento em que Mourinho volta ao comando do clube. Meio ano depois, é a vez de Drogba, o herói da final da Liga dos Campeões em 2012 e agora no Galatasaray. Por isso, o site do Chelsea abre com uma foto do marfinense com a mensagem welcome back. Coincidência das coincidências, Mourinho abordara o regresso de Drogba a Stamford Bridge no sábado, depois do 2-1 ao Crystal Palace. “O Galatasaray é o o campeão turco com o Rei Drogba mas gostava que Didier jogasse aqui para sentir o que eu senti. Ele merece uma recepção duas ou três vezes maior que a minha.”

 

Schalke 04-Real Madrid. …e Ronaldo a Gelsenkirchen

Eliminado por Bayern (2006/07 e 2011/12) mais Dortmund (2012/13), oReal Madrid tem galo com alemães mas é melhor nem irmos por aí porque oSchalke 04 não se compara aos outros dois colossos. Sextos classificados da liga alemã, os mineiros de Gelsenkirchen vêm da 3.ª pré-eliminatória (comoZenit, Milan e Arsenal) e o seu estádio é de boa memória para o futebol português, como palco do último título europeu (FC Porto-2004) e da qualificação para as meias-finais do Mundial-2006, no tal jogo em que Ronaldo não só ajuda a expulsar Rooney aos 61 minutos como ainda decide o jogo nos penáltis (3-1).

 

Zenit-Dortmund. E se fosse o Porto?

Mais um exercício de ses. E se o Porto tivesse sido competente na fase de grupos e eliminasse o Zenit para arrebatar o segundo lugar, atrás do Atlético Madrid? Estaria aqui, no lugar dos russos, a defender a honra portuguesa. E logo com o vice-campeão europeu, o grande, enorme Borussia Dortmund treinado pelo igualmente grande, enorme Jürgen Klopp. Sempre original, ora vejam: “Fiquei excitado com o resultado do sorteio, porque nunca estive na Rússia. Vai ser uma grande aventura mas não posso dizer mais nada, até porque não seria muito profissional falar em detalhe deles a dois meses dos jogos.” Kaput.

 

Arsenal-Bayern. Arranca o sonho do bi

O Bayern é a equipa da moda. Por culpa dos quatro títulos em 2013 (campeonato, Taça, Liga dos Campeões e Supertaça europeia; falta só o Mundial de clubes) e pela contratação de Pep Guardiola para inovar o já entusiasmante futebol de Jupp Heynckes. Aos Ribérys, Robbens, Müllers, Neuers,Lahms eSchweinsteigers desta vida, junta-se-lhes Gözte e Thiago. O céu é o limite, a reconquista do título europeu também (algo que não sucede desde o Milan-1990). A próxima barreira é oArsenal, líder isolado da Premier League apesar do 6-3 no campo do Manchester City e já eliminado pelo Bayern na época passada.