EDP. Accionista chinês “muito satisfeito” com investimento em eléctrica portuguesa


O presidente da China Three Gorges (CTG), Cao Guangjing, manifestou-se hoje “muito satisfeito” com o investimento na EDP, considerando “bastante boa” a cooperação entre as duas empresas. “Ambas as partes têm mantido um bom relacionamento, tanto na troca de informações como no coinvestimento, e além de cumprirmos o que está estabelecido no acordo, abrimos novas…


O presidente da China Three Gorges (CTG), Cao Guangjing, manifestou-se hoje “muito satisfeito” com o investimento na EDP, considerando “bastante boa” a cooperação entre as duas empresas.

“Ambas as partes têm mantido um bom relacionamento, tanto na troca de informações como no coinvestimento, e além de cumprirmos o que está estabelecido no acordo, abrimos novas de cooperação”, disse Cao Guangjing numa receção a dezenas de executivos portugueses e chineses na Embaixada de Portugal na China.

“Além do setor eólico, começámos a investir juntos no setor hídrico de outros países, especialmente no Brasil”, acrescentou.

Em dezembro de 2011, a CTG ganhou um concurso internacional para a privatização da EDP, pagando 2.700 milhões de euros pela participação de 21,35% que o Estado português detinha na empresa. Foi uma das maiores aquisições feitas pela China na Europa.

“Ajudámos a EDP a encontrar novas fontes de financiamento, o que é muito importante para a EDP”, salientou Cao Guangjing, mencionando o empréstimo de 600 milhões de euros concedido em 2012 à elétrica portuguesa pelo Bank of China, “um dos quatro grandes bancos da China e um dos maiores do mundo”.

Cao Guangjing considerou o fórum empresarial que a CTG e a EDP organizam na segunda e terça-feira em Pequim uma iniciativa “muito importante para a promoção das relações económicas entre a China e Portugal”.

“No futuro, haverá cada vez mais empresas chinesas a ir para Portugal e empresas portugueses a vir para a China”, disse.

*Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico aplicado pela agência Lusa