Acidentes: 690 pmortos nas estradas em 2011, valor mais baixo de há 50 anos


Lisboa, 04 jan (Lusa) — Perto de 700 pessoas morreram em acidentes de viação nas estradas portugueses em 2011, menos sete por cento em relação a 2010, um valor só atingido em 1960, segundo o bala


Lisboa, 04 jan (Lusa) — Perto de 700 pessoas morreram em acidentes de viação nas estradas portugueses em 2011, menos sete por cento em relação a 2010, um valor só atingido em 1960, segundo o balanço provisório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).


Desde 1960 que o número de vítimas mortais registado nas estradas portuguesas não era inferior a 700. Contudo, salienta a ASNR, naquela época, o parque automóvel em circulação correspondia a cerca de 212.000 automóveis ligeiros e pesados, contra um valor aproximado de seis milhões de veículos em 2010.


Em 2011 registaram-se 690 mortos, 2.416 feridos graves e 39.215 feridos ligeiros. Em relação a 2010, observou-se uma redução de 51 vítimas mortais (-6,9%), 221 feridos graves (-8,4%) e 4709 feridos leves (-10,7%).